Como vender no Ifood:  tudo o que você precisa saber

como faço para vender no ifood

Cada vez mais os hábitos de consumo estão atrelados a tecnologia. Por isso é importante saber como vender pelo iFood, caso você tenha um empreendimento no ramo alimentício.

Este atualmente é um dos maiores aplicativos para pedidos de delivery, sendo muito estratégico para restaurantes complementarem a sua renda e expandirem as suas vendas.

Afinal de contas, o iFood conta com mais de 60 milhões de pedidos entregues todo mês, 270.000 restaurantes parceiros, 200.000 entregadores ativos na plataforma e mais de 4 mil funcionários no Brasil, segundo dados da própria plataforma.

Impressionante, não é mesmo? Então, bora aprender a como vender pelo iFood?

O que é o iFood?

O iFood é o aplicativo de serviço de delivery de refeições que pode ser acessado tanto por Android como por iPhone.

Ele nasceu em 2011 justamente com o intuito de conectar estabelecimentos, entregadores e clientes, propondo uma mudança no universo da alimentação por uma vida mais prática, por meio da tecnologia.

Através dele restaurantes podem vender os seus pratos principais e os usuários podem pedir sem ter que entrar em contato por telefone com estes estabelecimentos.

Ou seja,  clientes podem fazer pedidos e recebê-los sem nem precisar sair de casa.

Em 2020, devido a quarentena da Covid-19, o iFood teve um crescimento significativo e expandiu os seus negócios para venda e entrega de itens de mercado.

Atualmente, o IFood está presente em mais de 500 cidades no Brasil, além da Colômbia. 

Na prática, ele funciona da seguinte maneira

  • os clientes encontram restaurantes pelo IFood e fazem um pedido ao estabelecimento;
  • o estabelecimento prepara o pedido e fica em contato com o cliente por meio das ferramentas do aplicativo;
  • o estabelecimento envia o pedido assim que ele fica pronto, seja com um entregador próprio ou um entregador parceiro do iFood;
  • o entregador leva o pedido até o endereço de entrega!

Qual a importância de vender pelo iFood?

Saber como vender pelo iFood é importante porque, em primeiro lugar, as suas vendas irão aumentar.

Isso porque esse aplicativo é extremamente popular e irá permitir que você alcance novos clientes e expanda o seu negócio.

Junto com a expansão vem a visibilidade, outro ponto importante do porquê vender no iFood.

Como nós já falamos, o iFood é um aplicativo muito popular e provavelmente boa parte do público-alvo do seu restaurante tem ele baixado no celular e usa com regularidade.

Deste modo, estar presente por lá é dar mais visibilidade ao seu negócio, alcançando clientes que têm o hábito de consumo mais voltado às novas tecnologias.

Outra razão que torna importante a sua presença no iFood é o fato de ele ter um ótimo sistema de segurança tanto para restaurantes, quanto para entregadores e para os clientes.

Nesse sentido, nós damos destaque para a gestão de pagamentos do aplicativo, que assegura que você irá receber o pagamento por qualquer compra e te deixa livre de prejuízos financeiros.

E aí, ficou interessado em saber como vender pelo iFood? Então, siga a leitura conosco, pois ao longo do texto falamos sobre como se cadastrar na plataforma.

O que é necessário para começar a vender no iFood?

Para começar a vender no iFood é necessário ter a CNAE no ramo alimentício.

A CNAE se trata da Classificação Nacional de Atividades Econômicas e é como definimos a identidade econômica que uma empresa exerce, o que nos leva ao segundo ponto de o que é necessário para começar a vender no iFood: um CNPJ.

O CNPJ é o Cadastro Nacional de pessoas jurídicas e é a identificação de qualquer negócio, do mesmo modo que o CPF é a identificação de qualquer pessoa física.

Além do CNAE no ramo alimentício e do CNPJ, para saber como vender no iFood, no que diz respeito ao que é necessário para se cadastrar na plataforma, você precisa de uma conta bancária que seja vinculada ao seu CNPJ.

Se você ainda não tem uma conta bancária que esteja vinculada ao CNPJ ou responsável legal do seu restaurante (no caso de MEI)  você tem a chance de abrir uma conta digital iFood.

E por último, é necessário que você defina se terá uma entrega própria ou contará com parceiros do iFood para entregar as refeições para os seus clientes.

Ressaltamos aqui que infelizmente não existe como vender no iFood sendo uma pessoa física, justamente porque no cadastro da plataforma é exigido que você insira o CNPJ do seu restaurante. 

Quais as vantagens de vender pelo Ifood?

Na sequência, apresentamos a você as vantagens de vender pelo iFood. Acompanhe! 

Mais visibilidade para o seu negócio

O iFood é um dos aplicativos de delivery mais usado entre os consumidores para solicitar refeições.

Então, boa parte dos seus potenciais clientes terão aplicativo instalado em seus telefones e irão utilizá-lo para realizar pedidos.

Dessa maneira, se você tem o seu restaurante cadastrado por lá e sabe como vender no iFood, automaticamente o seu negócio terá mais visibilidade e terá mais oportunidades de se destacar no segmento do seu negócio.

Segurança ao realizar vendas online

O iFood é um aplicativo que tem sistemas de segurança em todas as suas etapas: para selecionar restaurantes, selecionar entregadores e também para selecionar clientes.

Isso significa que todos ali irão receber de maneira justa e segura o que estão procurando, ou seja, os restaurantes irão receber o pagamento pelas suas vendas, os clientes irão receber as suas refeições e os entregadores irão receber seus salários.

Suas vendas aumentarão

Sem sombra de dúvidas o seu restaurante irá aumentar as vendas assim que você aprender a como vender no iFood e se cadastrar por lá.

Isso porque, conforme já falamos antes, esse é um aplicativo muito popular entre as pessoas que gostam de delivery de comida.

Ou seja, estar presente nessa plataforma é uma boa estratégia para movimentar ainda mais o seu restaurante.

como começar a vender no ifood

Fácil de plantar e de usar

Como você viu no passo a passo em que apresentamos sobre como vender no iFood, é muito fácil fazer um cadastro por lá e começaram as suas vendas.

Você só precisa informar alguns dados básicos e aguardar ser aprovado pela plataforma.

Além do mais, qualquer mudança que você precise realizar depois de criar a sua loja dentro do aplicativo também é super prática e fácil de ser feita.

Gestão totalmente feita pela internet

Essa é uma vantagem que também pode ser vista como uma desvantagem de como vender no iFood.

Isso porque, uma vez que toda a gestão das suas vendas é feita online, você não precisa necessariamente ter um espaço físico para atender clientes.

Então, você pode ficar apenas vendendo os seus produtos online.

O ponto negativo dessa gestão totalmente online é que se você fica sem energia ou acesso à internet, não há como realizar as suas vendas.

Passo a passo de como cadastrar o restaurante no Ifood!

Na sequência, apresentamos um passo a passo de como vender no iFood fazendo o seu cadastro na plataforma. Acompanhe!

1. Informe os seus dados de contato

Os seus dados de contatos que são exigidos são:

  • nome;
  • e-mail;
  • celular,

2. Preencha sua documentação

Como já falamos acima, o iFood não permite que você se cadastre com o seu CPF para realizar vendas pelo aplicativo.

E isso fica claro quando eles pedem para você preencher a documentação, solicitando o número do seu CNPJ.

3. Escolha um plano

Existem dois planos que você pode escolher enquanto faz o seu cadastro para vender no iFood: o Plano Básico ou o Plano Entrega.

4. Defina uma conta

Nessa etapa você informe os seus dados bancários e recebe os repasses por essa conta conforme for realizando as suas vendas.

5. Assine o contrato

IFood irá validar os seus documentos em alguns minutos e assim que você tiver um retorno basta assinar o contrato e configurar a sua loja.

saiba como vender pelo ifood

Quais as taxas cobradas para vender no Ifood?

Os valores a serem pagos pelo iFood são determinados de acordo com dois planos diferentes que eles oferecem, sendo um deles para restaurantes que tem serviço de entrega próprio e o outro para restaurantes que escolhem trabalhar com entregadores do iFood.

Para os que têm serviço de entrega próprio, o iFood direciona para o plano básico, em que as mensalidades são de aproximadamente R$ 100,00 caso faturamento mensal do restaurante seja maior que R$ 1.800,00.

Ainda neste plano o iFood cobra uma comissão de 12% sobre o total dos pedidos, com custo adicional de 3,5% caso seja feito o pagamento pelo aplicativo.

Para quem escolhe trabalhar com os entregadores do iFood, o aplicativo direciona para o plano com entrega. 

Este plano exige o pagamento de uma mensalidade de R$ 130,00  quando o faturamento da empresa passa de R$ 1.800,00.

Aqui, a comissão é maior, sendo de 23% sobre os pedidos e também há a taxa de 3,5% para pagamentos feitos online.

8 dicas de como fazer para vender no Ifood! 

– Fotos profissionais

processos-internos

processos-internos-exemplos

Uma das principais dicas de como vender pelo iFood é ter boas fotos dos seus pratos e lanches.

Lembre-se sempre que por essa plataforma as pessoas são atraídas pelo visual, portanto, as fotos que são mais bonitas têm mais chances de despertar o apetite dos clientes e convencê-los a comprar com você.

E aqui vai um alerta: não use fotos da internet, ou seja, fotos que não são do seu negócio!

Além de você não estar sendo verdadeiro com seu cliente nessa prática, ele pode ficar desconfiado de que aquela imagem não representa o que você vende e acabar comprando em outro restaurante da plataforma.

 Melhor não arriscar, concorda?

– Faça uma boa descrição

De mãos dadas com uma boa foto, está a boa descrição dos seus alimentos. E essa é a nossa segunda dica de como vender pelo iFood com sucesso!

Isso porque além de comprar pela foto, os clientes também compram pela descrição do produto.

Portanto, use esse espaço da descrição para informar o cliente sobre quais são os ingredientes do seu prato e as características dele, como, por exemplo, se ele é apimentado, se é  uma opção bem doce, se é para ser degustado quentinho ou se é melhor frio.

Detalhe também qual o tamanho das porções e se elas vem com acompanhamento ou não.

Por fim, não esqueça de adjetivos que tornam o seu prato atrativo, como “saboroso”, “suculento’ e “delicioso”.

– Qualidade na entrega

Demonstre capricho até mesmo na hora da entrega, com uma embalagem personalizada ou algum recado que reforce a sua marca.

Se for possível, ofereça também algumas sobremesas, balas ou mimos pequenos que o cliente não esteja esperando.

– Promoções e cupons de desconto

Ao criar promoções e cupons de desconto, você pode fazê-los para alguns combos e pratos específicos.

E esses cupons e promoções podem ser dados tanto para clientes que estão fazendo a primeira compra, como para clientes que já fizeram uma compra, como forma de fazê-los voltar a consumir com você.

Outra maneira bem prática de aplicar promoções no iFood é criar o prato do dia que tem um desconto especial.

– Atenção às avaliações

Um dos grandes segredos de como vender pelo iFood e ter sucesso é colecionar boas avaliações dos seus clientes.

Portanto, sempre fique de olho no que eles escrevem depois de ter finalizado um pedido, pois assim você consegue entender melhor quais são as expectativas do seu público em relação ao seu negócio.

Neste ponto, o mais importante é não levar  avaliações negativas para o pessoal. 

Considere que algumas delas podem revelar algumas falhas do seu processo que precisam ser corrigidas.

– Esteja nas redes sociais

Além de criar o perfil do seu restaurante dentro do iFood, também tenha uma página nas redes sociais, pois essa é uma forma de você expandir as suas vendas e tornar o seu negócio ainda mais conhecido.

– Trabalhe com combos

Se os combos forem uma opção viável para o seu negócio, tente trabalhar com eles, pois são uma ótima maneira de como vender pelo iFood.

Com  os combos, os seus clientes compram mais itens do restaurante e isso acaba sendo uma vantagem tanto para você, quanto para eles.

Isso porque você vende o número maior de itens do seu cardápio, enquanto os seus clientes recebem um pequeno desconto por comprar todos esses itens juntos. 

– Ofereça um serviço de qualidade

Por fim, a nossa última sugestão de como vender no iFood é que você ofereça um serviço de qualidade.

E isso diz respeito principalmente à qualidade dos alimentos que você vende, o que consiste em contar com bons ingredientes para as suas receitas e muita atenção e cuidado ao prepará-las.

No mais, quando falamos em como vender no iFood com qualidade, é importante lembrar que você precisa prestar um atendimento ao seu cliente e ele precisa ser um atendimento respeitoso e que preze pelo seu bem-estar. 

Na Interlaser você encontra as melhores máquinas para iniciar seu negócio e lucrar bastante!

Conclusão

Como esse artigo, a nossa missão era te ajudar a entender como vender pelo iFood. 

Para isso, explicamos que esse é um aplicativo de serviço de delivery de refeições que permite que restaurantes vendam os seus pratos online, enquanto clientes podem fazer seus pedidos e os receber sem sequer sair de casa.

Esclarecemos que o primeiro passo de como vender pelo Ifood é ter um CNPJ ativo do seu negócio, pois isso é exigido pelo aplicativo no momento de fazer o seu cadastro.

Também falamos sobre os valores que são pagos para vender na plataforma e demos algumas dicas de como vender pelo iFood com mais sucesso, como:

  • tirar fotos profissionais dos seus alimentos;
  • fazer uma boa descrição deles;
  • oferecer uma entrega de qualidade;
  • fazer promoções e dar cupons de desconto;
  • ficar atento às avaliações;
  • estar presente nas redes sociais;
  • trabalhar com combos;
  • oferecer um serviço de qualidade.

    SOLICITAR ORÇAMENTO





      SOLICITAR ORÇAMENTO





      Outras Matérias

      To top