10 ideias de negócios no ramo de alimentação para investir

10 ideias de negócios no ramo de alimentação para investir

O faturamento do setor de alimentos fechou o ano de 2021 com R$ 922,6 bilhões — uma alta de quase 17% com relação ao ano anterior. E o que isso tem a ver com você? Acreditamos que esse é mais um indício de que existem grandes ideias de negócios no ramo de alimentação que ainda podem ser exploradas. 

E, consequentemente, inserir você em um setor de grande relevância para o mercado nacional e a sua economia.

Mas se você ainda não sabe o que vender no ramo de alimentação e tampouco por onde começar a empreender, siga com esta leitura. Nos tópicos abaixo, vamos dar uma rápida explorada sobre como empreender no ramo de alimentação e, por fim, destacar 10 ideias de negócios para abrir.

Faça 10kg de massa por ciclo com a JETMASSA AÇO CARBONO, máquina industrial que vai alavancar sua produção!

O que é preciso para abrir uma empresa no ramo de alimentação?

Una a sua vontade de empreender e abrir um negócio próprio com as múltiplas possibilidades promovidas pelo segmento de alimentos.

Para tanto, vale lembrar que existem etapas burocráticas que vão além do seu desejo de praticar suas caprichadas receitas e levá-las ao maior número possível de pessoas.

E abrir um negócio no país necessita, inicialmente, da realização de algumas etapas, como:

  • solicitação de um CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) dentro do seu modelo de negócios, que pode ser MEI, SLU etc.;
  • contrato social, um documento para quem deseja formar uma sociedade;
  • Registro na Junta Comercial, cuja efetivação vai gerar o NIRE (Número de Identificação de Registro de Empresa).

É também importante avaliar a necessidade de um alvará de funcionamento e de eventuais licenças para que o seu negócio fique em alinhamento com as exigências legais e de órgãos reguladores do segmento.

Como empreender na área da alimentação?

Passando da parte burocrática para o seu planejamento de negócios, é hora de avaliar quais ideias de negócios no ramo de alimentação têm a ver com você.

Antes de passarmos às possibilidades, contudo, existem questões que devem ser respondidas independentemente da especialidade aromática e suculenta que será produzida na sua cozinha.

Por exemplo: pense no segmento que você vai se especializar. Salgados para festas? Comida saudável para eventos? Tendências com um toque internacional, como massas artesanais italianas ou poke? Marmitas?

Perceba que saber a resposta para a questão acima logo abre um novo leque de perguntas e oportunidades, mas também direciona as suas próximas decisões.

E nós acreditamos que, aqui, seja hora de pensar no seu diferencial e em como ele vai solucionar um problema do seu público-alvo (que também deve ser definido).

Imagine, por exemplo, que não existe uma produção em larga escala de salgados de festas na sua região. E as pessoas que fazem esses produtos não conseguem fazer em larga escala, pois não contam com o auxílio de uma modeladora de salgados, empanadeira e fritadeira automáticas.

Assim, você pode suprir essa demanda e usar uma das ideias de negócios no ramo de alimentação e fazer um investimento em equipamentos acessíveis e práticos para que você lucre com os seus elogiados quitutes para festas.

Lembre-se, também, que você necessita de um plano de negócios completo e que contemple, inclusive, uma análise de riscos e oportunidades e o seu planejamento financeiro (que inclui o capital inicial, o capital de giro etc.).

Vamos ver, então, onde você pode colocar em prática as dicas acima citadas? Abaixo, vamos destacar para você algumas ideias de negócios no ramo de alimentação!

10 tipos de negócios de comida

Um ramo diversificado e riquíssimo, no país, pode se abrir para você de múltiplas maneiras. A seguir, selecionamos algumas dicas para que você considere a melhor alternativa para despertar a sua veia empreendedora.

1. Kits de refeições

A tendência de o DIY (sigla em inglês para do it yourself — traduzindo: faça você mesmo) chegou para ficar e, agora, chegou ao ramo alimentício.

E você pode planejar a venda de kits de refeições que tenham tudo que o seu cliente necessite para preparar a receita — os ingredientes e o passo a passo, portanto.

A ideia é interessante porque você ganha em flexibilidade para montar diferentes cardápios (inclusive, para eventos e datas comemorativas, como a Páscoa e o Natal) e também se aproxima de uma grande tendência do setor alimentício.

2. Marmitas

Marmitas são destaques no país inteiro, e um dos ramos que mais dão lucro em alimentos. Pois tem demanda e é possível gerar escala com pratos especiais diariamente, por exemplo.

Existem múltiplas maneiras de explorar esse mercado e você pode colocá-lo em prática sem grandes investimentos — além, é claro, das dicas que mencionamos nos tópicos anteriores.

3. Fast food

Franquias de fast food são populares e, normalmente, são fórmulas de sucesso com alta taxa de eficiência.

Mas você não precisa, necessariamente, ligar-se a uma dessas marcas de renome no mercado. Com uma boa ideia, planejamento e atenção aos diferenciais do seu negócio é possível montar uma empresa única e que vai construir a sua própria trajetória.

Por exemplo: um quiosque que venda coxinhas a R$ 1 em locais estratégicos da sua cidade. É uma ideia simples, mas que pode ser alcançável e planejada com o devido cuidado.

4. Produção artesanal

A produção artesanal, por sua vez, vai na direção oposta ao fast food: são receitas que levam tempo, dedicação e não seguem um padrão industrial de produção.

Por outro lado, agrega em personalidade, sabor e características exclusivas a cada unidade produzida. O que pode ser explorado em todo tipo de segmento do ramo alimentício — dos salgados aos doces e a pratos mais elaborados, até, levando um toque todo especial.

5. Delivery de comida online

Em 2021, os gastos com delivery aumentaram em 24% no Brasil. Claro que grande parte disso se deve aos efeitos da pandemia da Covid-19, mas foi uma tendência que também chegou para agregar à rotina.

E você pode se beneficiar disso também. Entre as ideias de negócios no ramo de alimentação, é possível explorar todo tipo de receita e para todo tipo de ocasião, levando todo o seu sabor ao endereço de cada cliente.

Salgados para festas? Possível.

Sanduíches e petiscos para happy hours? Também.

Refeições para toda a família? Certamente!

Você só precisa identificar o nicho ideal para explorar a sua jornada empreendedora e também seguir adiante com todas as dicas que já apresentamos para planejar sua empresa.

6. Bolos caseiros

Doces são populares no país inteiro — e consumidos a qualquer hora do dia. 

Se você tiver algumas receitas invejáveis de bolos caseiros, você pode explorar isso com eficiência em diferentes formatos: em uma loja ou mesmo via on-line, exclusivamente, o que torna a oportunidade de abrir um negócio assim ainda mais accessível.

7. Alimentação Saudável

Alimentação saudável está entre as grandes tendências do setor alimentício.

E é também um nicho que você pode investir de múltiplas maneiras. Salgadinhos assados e com ingredientes naturais estão em alta e caem bem em qualquer situação, por exemplo.

Sanduíches naturais ou mesmo a já citada marmita, levando em conta o valor nutricional e o uso de ingredientes e modos de preparo mais saudáveis podem levar o seu negócio longe.

8. Confeitaria vegana

Quer fabricar doces e você encontrou uma boa oportunidade de negócio no segmento do veganismo? Pois então, saiba que existe demanda nesse mercado.

O segmento já é responsável por movimentar cerca de R$ 15 milhões no país. E uma confeitaria vegana pode ser um grande diferencial se fizer sentido com a demanda da sua região de atuação e também com os diferenciais da sua marca.

9. Massas artesanais

Domingo é dia de macarronada — e os outros dias da semana podem ser também.

Explorar a riqueza da culinária italiana (uma das queridinhas do brasileiro) pode ser uma grande ideia de negócio no ramo de alimentação. Seja com os diferentes formatos de massa ou mesmo com a apreciadíssima pizza, você pode ganhar notoriedade no mercado e encontrar um lugar de destaque mesmo em um setor com grande concentração de empreendimentos (estima-se que tenham quase 40 mil pizzarias no Brasil).

10. Poke

Que tal unir uma tendência com alimentação saudável e versatilidade na composição de receitas? O poke veio do Havaí para o resto do mundo, e faz grande sucesso no Brasil.

Em geral, o prato é servido com uma opção de peixe, vegetais, frutas e algum molho especial — tradicionalmente, servido em um bowl. É refrescante e nutritivo, além de saudável e fácil de iniciar uma operação comercial dessas. Vale a pena ficar de olho.

Preparado para empreender?

Com base em tudo o que vimos aqui, deve ter ficado claro que não faltam ideias de negócios no ramo de alimentação, certo?

Vale reforçar, apenas, que nós acreditamos na facilidade e no potencial de crescimento do setor de salgados. E temos as soluções ideais para você começar a empreender.

Na Interlaser, você encontra as melhores máquinas para iniciar seu negócio e lucrar bastante!

Conclusão

E aí, quais das ideias acima mais têm a ver com a sua veia empreendedora e com o seu talento na cozinha? Use as dicas que selecionamos para se inspirara e colocar adiante o seu sonho de abrir o negócio próprio — e conte conosco para fazer parte da sua jornada, caso suas ambições comerciais se relacionem com o lucrativo mercado de salgados e doces!

Compartilhar esta postagem

    SOLICITAR ORÇAMENTO