Vender salgados congelados: descubra se vale a pena

vender salgadoscongelados

Vender salgados congelados: descubra se vale a pena

Vender salgados congelados pode ser uma interessante ideia de mercado. Afinal de contas, a indústria alimentícia no país fechou o ano de 2021 com 922,6 bilhões de faturamento. Isso representa um aumento de quase 17% com relação ao ano de 2020.

Portanto, existe abertura, demanda e possibilidade de cativar seu público-alvo com receitas criativas, deliciosas e alinhadas para todo tipo de ocasião.

Então, já adiantamos: vale a pena investir no mercado. Só que, talvez, você esteja se perguntando também como vender salgados congelados. E para responder a essa e outras questões sobre o assunto, convidamos você a seguir com a leitura deste artigo!

Como iniciar um negócio de salgados congelados?

negócio de salgados congelados

Vender salgados congelados dá dinheiro, sem dúvidas. Só que, assim como em qualquer outro negócio, é necessário avaliar todos os aspectos em torno do seu mercado e da sua própria ideia comercial, inclusive.

Para ajudar, reunimos os principais pontos de atenção para você que deseja saber como começar a vender salgados congelados!

Avalie o público

Entender o público-alvo da sua empresa é fundamental, sabia?

Digamos, por exemplo, que você queira vender salgados congelados para festas infantis. Isso, por si só, já traz informações relevantes para montar estratégias assertivas para esse perfil de consumidor.

Além disso, a identificação do público e a demanda do mercado ajuda você a entender sua capacidade de produção diária. Algo elementar para tornar seu negócio rentável e lucrativo.

Escolha seus maquinários e ingredientes

Vender salgados congelados exige que você saiba, antecipadamente, uma média de produção para a sua empresa. Com isso, você consegue calcular com precisão a média diária e mensal de produções.

O que influencia, diretamente, na compra de ingredientes e acessórios e também no investimento de equipamentos. É o caso de uma máquina de fazer salgados e docinhos deliciosos, por exemplo. 

Hoje em dia, existem maquinários com capacidade de produção de milhares de unidades por hora. Algo de fundamental valor para quem deseja vender salgados congelados para supermercados, por exemplo.

É importante compreender todo aspecto que vai afetar, direta e indiretamente, seu orçamento e as características da sua empresa. Afinal, são respostas que podem conferir muito mais precisão e assertividade ao seu trabalho desde o princípio.

Tenha um local de produção

Produzir, armazenar e vender salgados congelados são tarefas que necessitam de loais apropriados de trabalho.

No que diz respeito à ergonomia, higiene, organização e conservação dos produtos. Pois assim você garante toda a qualidade necessária para seus salgados e doces cativarem seu consumidor e obtém mais agilidade e efetividade no dia a dia produtivo.

Não se preocupe quanto à questão de conservação, por enquanto, pois ainda falaremos melhor sobre o assunto neste post.

Defina o seu cardápio

Não há como vender salgados congelados e conquistar uma ampla audiência sem um cardápio definido e irresistível, concorda?

Então, capriche na qualidade de suas receitas e, se identificar a possibilidade, amplie as opções do cardápio. Pois existem diversos tipos de salgados fritos e assados que são preferência nacional. Alguns exemplos deles:

  • coxinhas — já existem diferentes tipos de coxinha e você pode explorar esse mercado;
  • empadas;
  • bolinho de queijo;
  • bolinho de bacalhau;
  • bolinho de carne;
  • croquete;
  • esfirra;
  • quibe;
  • rissoles.

Essas são apenas algumas das múltiplas possibilidades de quitutes que podem ser congelados e, assim, comercializados com facilidade.

E vale a pena vender salgados congelados?

Como já destacamos, vender salgados congelados dá lucro, sim, desde que a sua gestão seja muito bem conduzida. Pois o setor está sempre aquecido para esse tipo de negócio, e boas oportunidades de negócio podem surgir quando você estabelece uma boa estratégia a partir dos pontos mencionados no tópico anterior.

É claro que existem desafios, assim como todo negócio próprio está sujeito a desafios que devem ser superados diariamente. Mas é uma atividade gratificante e da qual você pode dar a sua própria assinatura. 

Por exemplo: uma elogiada recheia de bolinho de carne que ninguém consegue replicar. 

E tem mais: em números, o setor é bastante convidativo para quem está pensando em vender salgados congelados. Ao menos, é o que dá para concluir de um relatório da Zion Market Research, cujas expectativas para o setor global de salgados, em 2021, eram de US$ 108,5 bilhões.

Como comparativo, esse número era de US$ 94,5 bilhões, em 2015. Ou seja: vender salgados congelados é lucrativo, mas não exclui a importância de cuidar, detalhadamente, de todos os aspectos da sua marca para desenvolvê-la continuamente.

Melhores salgados para vender congelado

dicas pra vender salgados congelados

Falamos, acima, sobre os tipos de salgados fritos e assados que podem ser vendidos congelados. E as opções são, realmente, extensas.

Você pode ir das populares coxinhas aos enroladinhos de salsicha, passando por receitas tradicionalmente árabes — como o quibe e a esfirra — e oferecendo até mesmo as populares bolinhas recheadas com queijo ou outros ingredientes.

Destaque, também, para as possibilidades de recheio. Queijo, presunto, carne moída, opções vegetarianas… Não há limite para a sua imaginação, aqui, desde que o resultado final encante o seu consumidor e ajude a impulsionar o sucesso da sua marca, expandindo-a constantemente.

Dicas para não errar na hora de congelar os salgados

Viu como vender salgados pode ser uma boa ideia e ainda existem opções múltiplas de desenvolvimento para o seu negócio fazer parte dos lucros?

Contudo, assim como falamos anteriormente, a conservação dos salgados congelado sé um ponto de grande atenção para quem vai empreender nessa área.

Afinal de contas, vender salgados congelados tem muito a ver com a melhor maneira de mantê-los dessa maneira e enviá-los para os clientes.

Foi a partir desses questionamentos que vamos apresentar algumas soluções, dicas e orientações sobre como acertar na hora de congelar os salgados. Confira:

  • todo salgado pode ser congelado. Tanto as opções de salgados fritos quanto as unidades que serão assadas podem ser levadas ao freezer;
  • o máximo que um salgado frito pode ser congelado é 3 meses, em média. Mas isso depende de outros fatores. Por exemplo: se as unidades são levadas ao ovo antes de serem empanadas — isso pode reduzir o prazo de validade dos salgados no congelador;
  • uma boa maneira para vender salgados congelados de maneira padronizada é identificando a melhor forma de conservá-los. Para isso, deixe um bom espaço entre as unidades para que elas não congelem grudadas, e cubra o recipiente delas com filme plástico antes de deixá-los no congelador por, pelo menos, 2 horas, até que fiquem bem firmes;
  • além do ovo, queijos em grandes pedaços não são recomendados como ingredientes agradáveis para permanecerem por muito tempo congelados. Ingredientes frescos também devem ser evitados, como é o caso do tomate (opte por opções desidratadas inclusive para temperos, como o manjericão e o orégano).

Uma dica final: ao modelar a massa dos seus salgados, use uma máquina apropriada para esse tipo de tarefa, pois é um diferencial e tanto para preservar o recheio dos seus salgados congelados.

As melhores máquinas para a produção dos seus salgados você encontra aqui na Interlaser. Confira!

Conclusão

Vender salgados congelados é uma ideia comercial e tanto! Tenha atenção, também, às características que contribuem para a melhor identificação da sua marca.

Como é o caso das embalagens, por exemplo. E não só para isso ou por valor estético, mas porque alguns materiais podem grudar nos salgados, impactando negativamente na experiência dos seus clientes.

Ou seja: existem diversos elementos que devem fazer parte da sua análise antes de começar a vender salgados congelados.

No entanto, são processos que só tomam mais do seu tempo durante o planejamento e a preparação. Uma vez definidos, você tem tudo para fazer o congelamento de salgados de maneira automática e inserida no seu ritual de trabalho.

Sem falar que você vai se preocupar, posteriormente, em vender seus salgados congelados e construir uma relação com seus clientes e consumidores em potencial. Por isso, essas dicas são tão relevantes e vão ser de grande ajuda para começar, do zero, o seu negócio!

Boas vendas!

E, não esqueça de conferir o nosso site e o nosso blog!

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.